Notícias
Prédio da Prefeitura sofre interdição após queda de parte do telhado



O prédio da Prefeitura, onde ficam alocadas as salas do gabinete do prefeito e vice, sala de imprensa, controle interno, jurídico, Fasm e Arquivo foi interditado nesta quarta-feira (11) pelo Corpo de Bombeiros. O motivo foi após queda de parte da estrutura, ocorrida no último domingo (08).


De acordo com o Auto de Interdição de Área de Edificação dos Bombeiros se deu por “Iminente de risco à vida ou à integridade física dos usuários ou ao funcionamento da edificação”. Na descrição assinada pelos Bombeiros diz ainda: Telhado com telhas e estrutura de madeira desabou, foi interditado também o lado oposto, após vistoria in loco e constatações de risco de desabamento total. A evacuação de pessoal ocorreu às 15h”.


O prédio frontal, onde desabou parte do telhado, é uma das três alas do centro Administrativo. No mesmo terreno há ainda outro prédio (nos fundos) que abriga as Secretarias de Saúde, Planejamento e Administração.


Anexo a eles, e interligando os prédios da frente e dos fundos, há um setor com 2 andares que fora construído na década de 80 para alocar as demais secretarias que funcionam em prédios alugados (Obras, Fazenda, Assistência Social, Turismo e Agropecuária). O anexo que foi interditado no fim da década de 90 pelo Ministério Público, e que servia de passagem desde então interligadno as Secretarias, sofreu nova interdição, desta vez pelos engenheiros da Secretaria de Planejamento do município, devido a quedas de estruturas e rachaduras, informou Marcelo Silva, servidor lotado como engenheiro da Secretaria.



Na Semana retrasada quando esteve em Brasília, o prefeito Giovani Amestoy e o secretário de Planejamento e Meio Ambiente, Flávio Monteiro, levaram um projeto de pedido de reforma para tentar, junto a Deputados Federais e Ministérios, verba para reforma a construção de um novo prédio Administrativo, “haja vista que o atual apresenta há anos inúmeros problemas de infraestrutura, falta de acessibilidade e goteiras em todas as salas, incluindo gabinete do prefeito”, lembrou Monteiro. Em avaliação realizada pelo Planejamento, quando da interdição do prédio anexo em 2017, somente a reforma desta significaria um investimento de mais de R$700mil.


O prefeito Giovani Amestoy falou em coletiva de imprensa nesta quarta-feira de sua preocupação em recuperar o prédio da Prefeitura, mas que devido a falta de recursos e prioridades em outras áreas, como educação, saúde e infraestrutura, o Executivo busca recursos oriundos de emendas para construir um novo Centro Administrativo.


“Nós investimos recursos próprios na Educação, como, por exemplo, na reforma da EMEI Pedacinho de Gente, que também é da Prefeitura e que estava alocada em um prédio antigo e com problemas estruturais como o nosso. Estamos fazendo desde o ano passado adequação em todos os PPCIS das escolas municipais para que não sejam interditadas, além da retomada da Creche da Vila Henriques, que deve custar mais de R$500 mil”, disse o prefeito.


Amestoy também falou sobre o investimento em recuperação da Lima e Silva, cujo anúncio foi feito no início do ano, e do aumento no repasse ao Hospital de Caridade Dr. Victor Lang: “Gestão Pública é escolher prioridades. Sabemos da importância e necessidade urgente do prédio da Prefeitura, pois convivemos diariamente com o problema, mas priorizamos por reformar os PPCIS das escolas e buscar dar acesso aos moradores da região Sul com a Lima e Silva, por exemplo. Agora estamos em busca de alternativas para reforma do predio ou construção do Centro Administrativo, que contemple todas as secretarias e que tenha acessibilidade para todos, de acordo com normas e leis exigidas aos prédios públicos”, completou o prefeito, que estava acompanahdo ainda do Engenheiro Marcelo Silva, na coletiva.



Publicado em 11/04 17:05
Últimas notícias
 MAIS DE 1.500 QUILÔMETROS DE ESTRADAS RECUPERADAS APÓS AS FORTES CHUVAS DE JANEIRO
 ECOTIRES APRESENTA RELATÓRIO DE COLETA DE PNEUS INSERVÍVEIS EM CAÇAPAVA DO SUL
 PREFEITURA RECEBE ORÇAMENTO PARA A CONSTRUÇÃO DA PONTE DA COLÔNIA DO SANTA BÁRBARA-BOQUEIRÃO
 OBRAS VISTORIA PONTE NO SEIVAL
 CMD abre inscrições para campeonatos de Futsal
 Seagropic estuda criar Programa de Controle de Brucelose e Tuberculose Bovina
 Lima e Silva: mais uma vez prefeito cobra que Estado cumpra convênio para finalizar a Obra
 Reunião no Gabinete discute a Traumatologia em Caçapava do Sul
 1ª Festa da Uva de Caçapava do Sul foi sucesso
 Obras aproveitou tempo seco para recuperar diversas estradas do interior