Notícias
Prefeitura contrata 300h máquinas para reconstruir ruas e estradas de Caçapava do Sul


A Prefeitura Municipal de Caçapava do Sul contratou o serviço de 300h máquinas para a reconstrução das ruas dos bairros, vilas e das Estradas do interior que, desde o dia 13 de janeiro, após as enchentes que atingiram o município, estão em situações precárias dificultando o trânsito de moradores e escoamento de safra.


A empresa Moro Construções-Eireli, de São Sepé, será a responsável pela reforma das ruas - juntamente com a Secretaria de Obras Municipal - cujo contrato foi assinado nesta sexta-feira (08) pelo Prefeito Giovani Amestoy:


“A Prefeitura decidiu, devido à urgência em atender nossa população, e enquanto não vem a ajuda do Estado prometida para a recuperação dessas vias, contratar 300 horas-máquinas, um investimento de quase R$80 mil. Sabemos da situação e que o produtor rural que precisa escoar safra; nossas crianças que vão às escolas, as pessoas doentes que precisam do transporte de saúde diário e o chefe de família, que sai das ruas dos bairros e vilas de suas residências para o trabalho, não podem esperar pela ajuda do Estado para se deslocar”, disse Amestoy.


O Prefeito informou ainda que será feito, a partir da próxima semana, um mutirão no Município com o maquinário da empresa Moro e também da Secretaria de Obras, para conseguir refazer as ruas e estradas.


A Secretaria de Obras informou que tem feito o reparo emergencial, de acordo com os relatórios (Defesa Civil, Emater, Seagropic e Tritícola Caçapavana) e que está sendo feito um investimento de mais de R$210 mil, após as chuvas de janeiro para o conserto das estradas. De compra e manutenção do maquinário (atualmente dois) para atendimento de toda a demanda da cidade até horas-extras e combustível para efetuar os reparos:


“Nós tivemos, por exemplo, um aumento das horas trabalhadas da nossa equipe de 362h em dezembro, para 1.200 horas em janeiro, pois, fizemos atendimento de socorro a produtores e moradores, além de mutirão, por exemplo, no Passinho da Aldeia, onde construímos mais uma galeria para ajudar a escoar a água e não mais alagar as casas como ocorreu. Estamos comprando peças para repor as máquinas, que não são muito resistentes e que devido à quantidade das horas trabalhadas têm apresentado problemas, além do combustível investido nas horas de serviço”, informou o Secretário Paulo Henriques, cujo relatório apresentado à Defesa estima em sua pasta prejuízo de mais de R$800 mil por conta das chuvas que danificaram as estradas.


Participaram da reunião da assinatura o Secretário-adjunto de Obras, Vitalino Rosa e chefe de Gabinete Hygor Casanova.


Publicado em 08/02 11:42
Últimas notícias
 Assistência Social entrega kits de material escolar arrecadado em Campanha
 Homenagens, palestra internacional e coral marcam início do ano letivo
 Equipe da Seduc vistoria linha
 Obras pretende recuperar mais de 300km de estradas nos próximos dias
 Abertura da Colheita da Uva será no próximo mês
 Consorcio e Prefeitura discutem turismo e resíduos sólidos
 Moradores do interior lutam para manter escola estadual aberta
 Empresa caçapavana vence licitação de Carnaval 2019
 Prefeitura convoca Táxis para vistorias
 Obras sinaliza pontos da cidade com faixas e placas